#PAGUEOSBOLSISTAS #FAPEMIG #GOVERNOMG

Nesta terça-feira (3), os estudantes de pós-graduação da Universidade Federal de Viçosa (UFV) se posicionaram em defesa dos bolsistas da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais, FAPEMIG. A assembleia extraordinária, convocada pela Associação de Pós-Graduandos (APG) da UFV, reuniu cerca de 50 estudantes pós-graduandos bolsistas preocupados com o alarmante não pagamento das bolsas de estudos vinculadas à FAPEMIG. Segundo o diretor geral da APG e pós-graduando, Diogo Baiero, são dois meses de atraso sem previsão de pagamento, demonstrando o descompromisso do Governo do Estado e da fundação com a valorização da pesquisa e do pesquisador mineiros.
A atividade contou com os informes da professora Viviani Lírio, Pró-Reitora de Assuntos Comunitários, e do professor Luciano Fietto, Assessor Especial da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. A Pró-Reitora informou a possibilidade de estudantes de pós-graduação, em comprovada situação de vulnerabilidade socioeconômica e mediante dotação orçamentária, receberem recurso para aquisição de gêneros alimentícios. Representando a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, o professor Luciano repassou comunicação oficial feita à FAPEMIG, na qual a UFV propõe ações que poderiam “minimizar os problemas causados pela crise financeira”. Dentre estas ações estão: dar prioridade ao pagamento de bolsistas em relação a outras atividades de fomento da agência e autorização de uso de recursos financeiros, oriundos da taxa de bancada e aplicação financeira de projetos de pesquisa, para pagamento de bolsas.
Em seguida, os pós-graduandos deliberaram em defesa da ciência e da pós-graduação na UFV, propondo as ações:
1. Definir a APG como interlocutora entre as demandas individuais dos estudantes de pós-graduação, bolsistas da FAPEMIG, e a UFV, a fim de captar e encaminhar providências junto aos órgãos da universidade (https://goo.gl/P6kCiD);
2. Enviar comunicação à FAPEMIG, à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão e ao Governo de Estado mineiro exigindo a imediata normalização do pagamento de bolsas;
3. Organizar transporte para manifestação em prol da ciência, tecnologia e inovação na sede da FAPEMIG em Belo Horizonte e propor audiência com o governador do Estado e o presidente da FAPEMIG. A data desta atividade será construída com demais APG’s mineiras e a ANPG (https://goo.gl/P6kCiD);
4. Representar administrativa e judicialmente os estudantes de pós-graduação da UFV em impetração de mandado de segurança coletivo com objetivo de assegurar o pagamento de bolsas em atraso (https://goo.gl/P6kCiD). 


 
#PAGUEOSBOLSISTAS #FAPEMIG #GOVERNOMG
Viçosa, MG, 04 de julho de 2018
Fonte: APG UFV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *