Blog

#PAGUEOSBOLSISTAS #FAPEMIG #GOVERNOMG

Nesta terça-feira (3), os estudantes de pós-graduação da Universidade Federal de Viçosa (UFV) se posicionaram em defesa dos bolsistas da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais, FAPEMIG. A assembleia extraordinária, convocada pela Associação de Pós-Graduandos (APG) da UFV, reuniu cerca de 50 estudantes pós-graduandos bolsistas preocupados com o alarmante não pagamento das bolsas de estudos vinculadas à FAPEMIG. Segundo o diretor geral da APG e pós-graduando, Diogo Baiero, são dois meses de atraso sem previsão de pagamento, demonstrando o descompromisso do Governo do Estado e da fundação com a valorização da pesquisa e do pesquisador mineiros.
A atividade contou com os informes da professora Viviani Lírio, Pró-Reitora de Assuntos Comunitários, e do professor Luciano Fietto, Assessor Especial da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. A Pró-Reitora informou a possibilidade de estudantes de pós-graduação, em comprovada situação de vulnerabilidade socioeconômica e mediante dotação orçamentária, receberem recurso para aquisição de gêneros alimentícios. Representando a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, o professor Luciano repassou comunicação oficial feita à FAPEMIG, na qual a UFV propõe ações que poderiam “minimizar os problemas causados pela crise financeira”. Dentre estas ações estão: dar prioridade ao pagamento de bolsistas em relação a outras atividades de fomento da agência e autorização de uso de recursos financeiros, oriundos da taxa de bancada e aplicação financeira de projetos de pesquisa, para pagamento de bolsas.
Em seguida, os pós-graduandos deliberaram em defesa da ciência e da pós-graduação na UFV, propondo as ações:
1. Definir a APG como interlocutora entre as demandas individuais dos estudantes de pós-graduação, bolsistas da FAPEMIG, e a UFV, a fim de captar e encaminhar providências junto aos órgãos da universidade (https://goo.gl/P6kCiD);
2. Enviar comunicação à FAPEMIG, à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão e ao Governo de Estado mineiro exigindo a imediata normalização do pagamento de bolsas;
3. Organizar transporte para manifestação em prol da ciência, tecnologia e inovação na sede da FAPEMIG em Belo Horizonte e propor audiência com o governador do Estado e o presidente da FAPEMIG. A data desta atividade será construída com demais APG’s mineiras e a ANPG (https://goo.gl/P6kCiD);
4. Representar administrativa e judicialmente os estudantes de pós-graduação da UFV em impetração de mandado de segurança coletivo com objetivo de assegurar o pagamento de bolsas em atraso (https://goo.gl/P6kCiD). 


 
#PAGUEOSBOLSISTAS #FAPEMIG #GOVERNOMG
Viçosa, MG, 04 de julho de 2018
Fonte: APG UFV

Evento do Departamento de Educação Física da UFLA contará com lançamento de livro de memórias

Fatos e fenômenos resultantes do homem em movimento têm despertado crescente interesse da sociedade e resultado em estudos de variáveis biopsicossociais determinantes e associadas. Nesse contexto, a prática de exercícios e esporte passou a ser reconhecida como assunto de formação universitária, com grande reconhecimento pelo profissional da área.

A prescrição de exercícios e o esporte permeiam desde aspectos da saúde (prevenção/reabilitação) até o espetáculo competitivo. Sendo assim, a Universidade Federal de Lavras (UFLA), com a obrigação de inserção social-comunitária, engajou-se em satisfazer às necessidades de formação de agentes ativos e competentes, na produção e disseminação do conhecimento também nessa área.

A partir da regulamentação da profissão, pela Lei Nº 9696/98, de 1º de setembro de 1998, a Educação Física ganhou destaque e encontra-se em grande evolução. O trabalho nessa área fundamenta-se nas concepções de corpo e movimento, objetivando a promoção de estilos de vida saudáveis.

O profissional licenciado em Educação Física tem uma formação que o habilita a exercer atividades tomando-se por base conhecimentos de natureza técnica, científica e cultural. O curso de licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Lavras capacita seus profissionais a atuarem na docência em Educação Física na área de Educação, Esporte e Saúde.

Com ampla estrutura física, o Departamento de Educação Física (DEF) da universidade, existente há 30 anos, conta também com um corpo docente qualificado, que possibilita o pleno desenvolvimento acadêmico de seus estudantes.

Em toda a sua história, o departamento tem dado a cidade de Lavras, a região e ao país, uma grande contribuição, por meio de projetos sociais e atividades de extensão.

E celebrando esse trabalho de destaque realizado pelo DEF, será realizado nos dias 25 e 26 de junho, no Salão de Convenções da Universidade Federal de Lavras, o “I Seminário Integrador, um decênio de trajetórias (in)formativas”.

A programação contará com uma palestra sobre a trajetória do curso de licenciatura em Educação Física da UFLA, com os professores Bruno da Silva e Kleber Tüxen Carneiro. Além disso, como programação do Seminário haverá inauguração da galeria de imagens dos gestores do Departamento, em sua sede.

Outro momento marcante do evento para a trajetória do Departamento de Educação Física, será o lançamento do livro ‘Por entre histórias e memórias: percursos e percalços do curso de licenciatura em E. F. da UFLA’, dos professores do Bruno da Silva e Kleber Tüxen Carneiro, ambos do DEF.

A obra apresenta, a partir do método de História Oral, a memória institucional do curso de licenciatura em Educação Física da UFLA em celebração ao seu primeiro decênio. O livro resulta de uma pesquisa bem desenvolvida e estruturada que teve por objetivo conhecer, salvaguardar e problematizar a história durante a implantação e o desenvolvimento do curso.

Escrito a partir das narrativas de personagens que resgataram em suas memórias, histórias vivenciadas no decorrer, não só desses primeiros dez anos do curso, mas em toda história do Departamento de Educação Física da UFLA, que se mostrou repleto de riquezas histórias, ainda mais por se tratar de um dos departamentos mais antigos da UFLA.

“Trata-se, portanto, de uma obra comemorativa de grande representatividade para a UFLA e para o meio acadêmico devido ao seu rigor teórico-metodológico, linguagem clara e acessível, além da sua referência histórica e cultural”, ressalta o professor Luiz Henrique Rezende, chefe do Departamento de Educação Física, em prefácio do livro.

O evento contará também com uma Conferência sobre a trajetória dos 25 anos da Pedagogia do Jogo e seu imbricamento com a Pedagogia do Esporte, com o professor Alcides José Scaglia, docente do curso de Ciências do Esporte e coordenador do Laboratório de Estudos em Pegagogia do Esporte (Lepe), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Os interessados em participar devem realizar as inscrições no Sistema Integrado de Gestão (https://sig.ufla.br/modulos/publico/eventos/programacao.php?cod_evento_instituicao=8228).

O esboço das atividades relativas ao “I Seminário do DEF – um decênio de trajetórias -in-formativas”, disponível no link a seguir:

(http://www.ufla.br/dcom/wp-content/uploads/2018/05/Esbo%C3%A7o-das-atividades-relativas-so-I-Semin%C3%A1rio-do-DEF-um-dec%C3%AAnio-de-trajet%C3%B3rias-in-formativas.pdf)

Autores do livro

– Bruno da Silva é Licenciado em Educação Física; Mestre e Doutor em Educação. Desenvolveu Estágio Pós-Doutoramento pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) sob o escrutínio das políticas para Educação em tempo integral. Atualmente é professor adjunto no Departamento de Educação (DEF) da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Kleber Tüxen Carneiro é Graduado em Educação Física; Mestre e Doutor em Educação Escolar. Desenvolve Estágio de Pós-Doutoramento junto a Unicamp. Atualmente é professor adjunto no Departamento de Educação Física (DEF) da Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Assembléia da Pós-graduação

Prezad@s,

A Associação dos pós-graduandos/UFLA convida tod@s discentes à participarem da primeira Assembleia da pós-graduação deste ano.

A participação de tod@s é muito importante, pois serão discutidos temas urgentes e importantes que nos afetam diretamente.

Lembrando que a Assembleia é o espaço coletivo de tomada de decisões, nesse sentido, a presença do maior número de pós-graduandos é fundamental para que possamos exercer as funções da APG de acordo com as demandas daquel@s que são representad@s por nós.

PAUTAS:

– Apresentação da gestão Marielle Franco-2018

– Assistência estudantil

– Portaria designada pela portaria nº 1.288/2017 (relação institucional APG x UFLA)

– Centralização das secretarias

DATA:24/05/2018

HORA: 13H

LOCAL:ANFITEATRO DO DEX

Por um congresso democrático e plural da ANPG!

 

Entre os dias 29 de junho e 1º de julho, em Brasília, ocorrerá 26º Congresso Nacional dos Pós-Graduandos. Em uma conjuntura tão adversa para o país e para a universidade pública, com um governo que continua a avançar nos cortes de investimentos públicos na produção de ciência e tecnologia e na assistência estudantil, concomitante à intensificação da lógica produtivista em detrimento da qualidade e referência social dos programas de pós-graduação. Esses ataques fazem parte de um contexto mais amplo de fortalecimento do neoliberalismo, de restrição aos direitos sociais e das liberdades democráticas.

Nesse sentido, é fundamental o fortalecimento de entidades democráticas e presentes no cotidiano dos pós-graduandos brasileiros. Uma entidade democrática se fortalece com a diversidade de ideias e projetos, independente de partidos políticos. Sabemos do desafio que é organizar uma entidade ampla, presente, representativa e combativa de pós-graduandos.

Infelizmente, em algumas eleições para o congresso nacional da ANPG, chapas críticas a atual direção majoritária da entidade estão sendo burocraticamente vetadas do processo. Os processos eleitorais para delegados ao Congresso estão apenas iniciando e já temos casos assim em Porto Alegre, Rio de Janeiro e Recife. Apresentamos profunda preocupação com as práticas adotadas e apreensão quanto à continuidade do período eleitoral.

As entidades e diretores que assinam esta carta defendem a mais ampla participação de pós-graduandos no Congresso Nacional de Pós-Graduandos, o direito ao contraditório no debate político e a inscrição de chapas independente de suas críticas à direção majoritária. Compreendemos que o diálogo e respeito às diferenças é fundamental para construirmos a necessária unidade em defesa da produção de ciência e tecnologia socialmente referenciada, crítica e popular.

APG-ESALQ/USP
APG-UFLA
APG-UFRGS
APG-UFRJ
APG-UFSC
Comissão Pro Apg – Ufac

Alice Pina (UFRJ) -Diretora de Instituições Públicas da ANPG
Giovanny kley (Fael) – Diretor de Saúde ANPG
Larissa Cordeiro (UFLA) – Diretora de Ensino à distância da ANPG
Marielle Tainara (UFSC) – Diretora de Políticas Institucionais da ANPG
Pedro Henrique (UERJ) – Diretor de Ciências e Tecnologia da ANPG

Participe da Mostra Científica da ANPG que ocorrerá durante o Congresso em Brasília!!

A Mostra Científica do 26º Congresso Nacional de Pós-Graduandos da Associação Nacional de Pós Graduandos (ANPG), que tem como tema Pós-graduandos em defesa da Ciência, da Universidade e do Brasil: o que é público não se vende”, visa receber trabalhos acadêmicos de estudantes de pós-graduação das mais diversas instituições de ensino e pesquisa do país, sendo estes provenientes de diferentes estudos, em andamento ou concluídos.

Participar da mostra é boa oportunidade para obter certificado e publicação do resumo nos anais, além de trocar experiências acadêmicas com os colegas pós-graduandos, e participar também do Congresso da ANPG que discute os direitos dos pós-graduandos, desenvolvimento nacional e políticas educacionais, elegendo a nova diretoria e a plataforma de gestão de entidade.

Para participar, basta se inscrever e pagar o valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais) e deve ser feito por meio de depósito identificado na conta da ANPG (Banco do Brasil / Agência: 4328 -1 / Conta: 6698-2 / Favorecido: Associação Nacional de Pós-Graduandos – CNPJ 30.117.154/0001-29). O pagamento deverá ser feito até a data limite para submissão de trabalhos e o comprovante bancário deverá ser enviado para o e-mail mostracientifica@anpg.org.br.

Atenção nas datas:

CRONOGRAMA
Prazo Data limite para submissão de resumos 15/05
Divulgação da Lista Final da aprovação 31/05
Mostra Cientifica do 26 CNPG 29 e 30/06
Data limite para envio dos artigos completos para publicação nos anais 15/06
Publicação dos anais da Mostra Cientifica do 26° CNPG 31/08/2018

Veja o edital completo aqui: Edital Final.Mostra Científica do 26º CNPG

AVISO AOS PÓS GRADUAND@S:

Devido à ausência de chapas inscritas para a coordenação da Associação de pós -graduandos (APG-UFLA) para este ano, a atual coordenação retifica o Edital nº 1/2018 e estende o prazo de inscrições até o dia 06/04/2018. A data da eleição também será alterada para o dia 11/04/2018 das 9 ás 18 hrs na cantina central. É válido ressaltar a importância da representatividade e participação d@s pós-graduand@s nos espaços de tomada de decisões da nossa Universidade. Fiquem atentos às novas informações. Atenciosamente,
Gestão R(e)xistir.

Reunião com FAPEMIG para responder: Cade a bolsa?

Na última sexta-feira, 16 de março, aconteceu a primeira reunião entre a FAPEMIG, ANPG e Associações de Pós-graduandos de 06 universidades sendo elas: UFMG, Unimontes, UFV, Fiocruz, UFLA, UFJF e Faculdade Milton Campos, em defesa da ciência, tecnologia e inovação em Minas.

A reunião contou ainda com a presença da UEE- União Estadual dos Estudantes que representou os bolsistas de iniciação cientifica, as empresas juniores e startups universitárias.

” Estamos dispostos a promover um grande encontro entre todas as áreas que produzem conhecimento na universidade. Sabemos que a ciência vem sofrendo vários ataques desde a extinção do ministério da ciência e tecnologia no inicio do governo Temer. Precisamos juntos encontrar saídas e defender o modelo de país que queremos” Luanna Ramalho ( Presidente da UEE Minas)

A reunião teve como pauta principal o apoio da Fapemig na criação de um grupo permanente de trabalho entre FAPEMIG, ALMG (Comissão de Educacao Ciência e Tecnologia) e Governo de Minas (Secretaria da fazenda e SEDECTES) para encontrar solucões para o financiamento da ciência em Minas e criacão de ambientes em comum entre academia e industria para o favorecimento da inovacão.

“Sabemos que Minas Gerais passa por um momento de crise, queremos colocar o investimento em ciência de volta na prioridade. Acreditamos que a saída da crise é um novo projeto de desenvolvimento pra Minas e que não existe desenvolvimento sem investir em ciência, tecnologia e inovação que são produzidas em sua maioria pela pós- graduação” Laís Moreira (vice-regional sudeste da ANPG)

 

Cade minha bolsa Fapemig?

“Nós sabemos que a maior parte da pesquisa no Brasil é produzida na Pós-graduação. Portanto se torna questão prioritária e estratégica o investimento nesta área. As bolsas cumprem papel muito importante, pois além de fomentar a pesquisa garantem as condições básicas para que os pós graduandos tenham condição de permanecer dedicados a sua pesquisa. Muitos dependem da bolsa para questoes de primeira ordem como alimentacao, transporte e aluguel.
Temos vivido uma irregularidade por parte do pagamento das bolsas Fapemig, não é a primeira vez que ocorrem atrasos e desconfortos. Nós da ANPG, APGs locais e bolsistas estamos em campanha pelo pagamento das bolsas de dezembro. Mas, mais que isso, em campanha para que possamos juntos encontrar saidas para que esta situacao nao se naturalize e nem evolua para futuros cortes. Bolsa não é despesa é investimento nos Mineiros e em um projeto de desenvolvimento pra Minas Gerais. ”

Laís Moreira – Vice sudeste da ANPG

 

https://chat.whatsapp.com/EUNXn2Vj3g1INMMqTPIBm2